COMPORTAMENTO

UOL traz dicas do Alexandre para quem quer ter seu cachorro no casamento

por Equipe de Comunicação
|
|
Compartilhe:

Gabriela Guimarães e Veridiana Mercatelli

Colaboração para o UOL

Seu coração bate mais forte só de pensar no seu cãozinho levando as alianças até o altar? Mas antes de sair colocando gravata ou vestido branco no dog, saiba que não é só porque ele é um fofo dentro de casa, que ficará de boa na cerimônia. Especialistas dão dicas para que esta participação especial do pet no casamento dê certo.

1. Leve o temperamento dele em consideração

Ele não pode ter comportamentos perigosos e agressivos com ninguém. Também não deve ser medroso, porque um local com muita gente será desgastante para ele. É bom que seja sociável, dócil, educado e tranquilo. Se for do tipo bagunceiro e agitado, precisa de uma supervisão maior. Procure um bom profissional, que vai primeiro cuidar do comportamento e, depois, treiná-lo de forma específica para participar do casamento.

2. Algumas raças são mais fáceis que outras

Alguns cães aprendem um pouco mais rápido, como o Golden Retriver, o Pastor Alemão e o Border Collie. Repense a decisão se tiver um cão de guarda, que pode amedrontar os convidados – não é preconceito com porte, mas constatação, dizem os especialistas. Por outro lado, se o porte for muito pequeno, ele pode se machucar no meio da multidão.

3. Observe como ele se comporta em multidões

Para saber se o seu cãozinho dá conta do recado, simule uma situação parecida, com um lugar cheio de gente, onde ele conheça algumas pessoas e outras, não. Veja como você também consegue ter o controle neste cenário. Muitas vezes, o cachorro sai correndo e se houver portas abertas ele pode se perder ou se machucar.

4. O tempo de treinamento

Depende de o quanto o cachorrinho já é adestrado, do envolvimento da família e dedicação dos tutores. Se ele já tiver o hábito de carregar objetos e responder a comandos, além de ficar bem em ambientes com barulho e muitas pessoas, o treino pode durar semanas. Se não, o adestramento pode persistir por até um ano.... - Continue lendo aqui.

Encontre por tipo de Mídia:


SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

CÃES

Os nossos amigos de quatro patas estão sempre se comunicando, por meio de linguagem corporal ou vocalização (latidos, uivos).

SE VOCÊ É UM DONO: COM CRIANÇAS

O mais recomendado é buscar cães dóceis e de grande porte, que aguentem brincadeiras mais brutas, como o bull terrier, por exemplo, que é um cachorro forte, mas extremamente dócil com crianças.

SE VOCÊ É UM DONO: MAL-HUMORADO

Os mais indicados são aqueles que gostam de carinho, mas depois voltam para o cantinho deles, tudo sem excessos.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.