CURIOSIDADES

Mito ou verdade?

por Equipe de Comunicação
|
Compartilhe:

Existem muitos mitos relacionados ao comportamento dos cães. No livro Adestramento Inteligente, Alexandre Rossi, zootecnista e especialista em comportamento animal, desvenda alguns.

1.    Cães são racistas?

Não! Os cachorros podem se tornar racistas por conta de traumas vividos por determinadas pessoas com características únicas: homem, mulher, loiro, moreno etc. Neste caso, a solução é sociabilizar o amigo. 

“Nós também possuímos cheiros, formas e cores diferentes, por isso é importante sociabilizarmos nossos cães, enquanto ainda são filhotes, com diferentes pessoas de diversas etnias”, reforça Alexandre. 

2.    Cães preferem ficar presos dentro de casa (com as pessoas) do livres no quintal (sozinhos).

Verdade! Os cachorros são animais que dependem de companhia, por isso é muito importante que eles passem bastante tempo com a família. “Estes animais preferem viver em um espaço menor, mas com a sua ‘matilha’, do que abandonados em um espaço grande. Para serem saudáveis eles necessitam passear e se exercitar.”

3.    Deixar o cão preso é uma boa maneira de “fabricar” um cão de guarda.

Mito! Os cães de guarda precisam ser corajosos e estáveis para proteger a sua casa e o seu tutor sem causar acidentes indesejados. Quando ficam presos, estes animais desenvolvem medos e traumas, pois a única maneira que têm de se defenderem é atacando. Além disso, o seu bem-estar e a sua saúde são prejudicados, já que precisam fazer suas necessidades perto da comida. 

Cachorros que vivem nestas condições desenvolvem temperamentos e comportamentos instáveis, exatamente o contrário daquilo que desejamos tanto para cães que são bem próximos da família quanto para cães de guarda. “Sociabilizar e evitar traumas são sempre as melhores saídas para obtermos um cão emocionalmente equilibrado e que responda bem ao treinamento, incluindo o de ataque”, explica.

4.    É preciso repetir algo várias vezes para que o cão aprenda.

Nem sempre. Algumas situações fazem com que o cão aprenda instantaneamente. A dica é que o treinamento deve ser constante e respeitoso. “Quando fazemos um treino, o respeito é fundamental para que o pet fixe o aprendizado e entenda exatamente qual é o comportamento indesejado, sem que fique com medo ou traumatizado.”

E você, acreditava em alguns destes mitos? 

Fonte: Livro Adestramento Inteligente - Como treinar o seu cão e resolver problemas de comportamento.

Encontre por tipo de Mídia:


Como contar os anos de vida de cães e gatos

vejasp.abril.com.br

Sabemos que a expectativa de vida dos pets não acompanha a dos humanos. Será que é possível fazer uma previsão?

SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

Copa: cães que sofrem com barulhos altos

Dicas para minimizar ou acabar com o medo dos pets nos dias de jogos do Brasil durante a Copa.

Hotel, férias e pets!

Dicas de Alexandre Rossi sobre como ter uma viagem tranquila em família, com o pet.

CÃES

Os nossos amigos de quatro patas estão sempre se comunicando, por meio de linguagem corporal ou vocalização (latidos, uivos).

Campanha reforça a presença do veterinário no núcleo de apoio à saúde familiar

O CRMV criou a campanha “Saúde é uma só” com o intuito de incluir o médico veterinário em ações de prevenção à saúde voltadas às famílias.

Como e quando usar recompensas para treinar cães e gatos?

Entenda a importância do reforço positivo para a boa convivência do pet com a família!

O melhor tipo de tosa para o seu cachorro

Conheça mais sobre recorte e tintura canina e saiba que cuidados ter na hora da tosa.

SE VOCÊ É UM DONO: COM CRIANÇAS

O mais recomendado é buscar cães dóceis e de grande porte, que aguentem brincadeiras mais brutas, como o bull terrier, por exemplo, que é um cachorro forte, mas extremamente dócil com crianças.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.