NA MÍDIA

Medo de cães: como agir?

por Equipe de Comunicação
|
|
Compartilhe:

O especialista em comportamento animal, Alexandre Rossi, esteve no programa É de Casa, da Globo, no dia 18 de fevereiro, e abordou um tema bastante sério: a cinofobia. Sim, o medo de cães!

Embora em muitos lares o cachorro já tenha se tornado parte da família e a população de animais esteja crescendo de forma expressiva no país, há muitas pessoas por aí que morrem de medo desse peludo. Isso pode acontecer por algum trauma que elas tenham vivido ou por uma falta de contato mais próxima com esse animal.

No programa É de Casa, Alexandre deu orientações para três crianças que morriam de medo de cães. Também deu dicas para adultos que passam pelo mesmo problema.

Assista aqui!

Encontre por tipo de Mídia:


SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

CÃES

Os nossos amigos de quatro patas estão sempre se comunicando, por meio de linguagem corporal ou vocalização (latidos, uivos).

SE VOCÊ É UM DONO: COM CRIANÇAS

O mais recomendado é buscar cães dóceis e de grande porte, que aguentem brincadeiras mais brutas, como o bull terrier, por exemplo, que é um cachorro forte, mas extremamente dócil com crianças.

SE VOCÊ É UM DONO: MAL-HUMORADO

Os mais indicados são aqueles que gostam de carinho, mas depois voltam para o cantinho deles, tudo sem excessos.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.