GATOS

Gatos que brigam: como agir?

por Equipe Comunicação | Canal do Pet
|
|
Compartilhe:

Em sua coluna no Canal do Pet, do IG, Alexandre Rossi deu algumas dicas para evitar brigas entre gatos que vivem na mesma casa. O especialista em comportamento animal explicou que os felinos são animais bastante territorialistas e, percebendo a “invasão” por outros membros da mesma espécie, eles podem se sentir desconfortáveis - em especial se sentirem que os recursos de que necessitam estão ameaçados, como a caixa de areia, água e comida.

Segundo Alexandre, quando um novo gato for introduzido em uma casa que tenha um ou mais felinos, o ideal é fazer essa aproximação de forma gradativa. Deixe os gatos separados em cômodos diferentes da casa, sempre garantindo que todos tenham acesso à água, comida e caixa de areia. Regularmente, pode-se passar um pano em cada um dos animais e deixá-los embaixo do prato de comida do outro, para que se inicie uma associação do cheiro do outro gato com algo prazeroso (a hora de comer).

Ao notar que os gatos estão mais confortáveis, torque-os de cômodo, mas não deixe ainda que eles se vejam. Como próximo passo, você pode deixar que eles se vejam por uma fresta da porta ou mesmo através de um portão telado. Outra opção é usar caixas de transporte colocadas perto uma da outra.

Só se deve deixar os gatos livres para interagirem quando perceber que todos estão à vontade e tranquilos. Antes disso, qualquer comportamento de um gato perseguindo o outro deve ser coibido.

Leia as dicas completas do Alexandre Rossi no Canal do Pet, do IG.

Encontre por tipo de Mídia:


SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

CÃES

Os nossos amigos de quatro patas estão sempre se comunicando, por meio de linguagem corporal ou vocalização (latidos, uivos).

SE VOCÊ É UM DONO: COM CRIANÇAS

O mais recomendado é buscar cães dóceis e de grande porte, que aguentem brincadeiras mais brutas, como o bull terrier, por exemplo, que é um cachorro forte, mas extremamente dócil com crianças.

SE VOCÊ É UM DONO: MAL-HUMORADO

Os mais indicados são aqueles que gostam de carinho, mas depois voltam para o cantinho deles, tudo sem excessos.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.