BEM ESTAR

Caixa de transporte não é prisão!

por Alexandre Rossi
|
Compartilhe:

Recentemente, durante participação no É de Casa, exibido na Rede Globo, falei sobre o transporte de pets em carro. E uma das dicas foi a utilização das caixas de transporte, tanto para cães quanto para gatos.

 

Os mitos

Muita gente tem restrições quanto ao uso da caixa de transporte para cães, especialmente por conta da ideia de que se trata de uma verdadeira “prisão” para eles.

Obviamente que o uso desse equipamento não deve ocorrer por longos períodos, pois aí sim poderia haver comprometimento do bem-estar. Afinal, queremos é que nossos cães e gatos estejam a maior parte do tempo livres para exercer seus comportamentos naturais!

Mas um cão ou gato mantido numa caixa de transporte durante o transporte em automóveis ou por curtos períodos de tempo, não traz nenhum malefício. Muito pelo contrário, pois sentir-se acolhido numa verdadeira “toca” pode ser até reconfortante para eles em determinadas situações, especialmente para os mais inseguros.

 

Treinos

O mais importante é fazer treinos para que o cão ou gato se habitue à caixa de transporte de modo a associá-la a coisas bacanas. E isso começa com, antes ainda de fechar a porta, deixar a caixa em local da casa onde o cão ou gato sempre fica, forrar com um paninho macio, ou seja, fazer deste local um espaço convidativo para o pet relaxar. Oferecer petiscos e a própria alimentação ali também faz parte do treino.

Quando começamos a perceber que o cão ou gato já se dirige para a caixa espontaneamente e descansa lá, está na hora de começar a fechar a porta. Primeiro, por pouco tempo, e depois, aumentando à medida que se percebe que ele está tranquilo lá dentro.

 

Cuidado com o calor

Durante o transporte em carros e em situações de muito calor, é importante verificar se a temperatura na caixa não está alta demais. Se for o caso, é melhor que seja colocada nos bancos traseiros, em local onde se possa providenciar uma ventilação adequada (com as janelas abertas ou uma das saídas do ar condicionado direcionada para ela também).

Se o cão ou gato pertencer a categoria dos braquicefálicos (com focinho achatado, como Persas ou Pugs), é melhor posicionar a caixa de forma a permitir ao motorista olhar de vez em quando para verificar se está tudo bem.

Se for o caso de um cão de grande porte e a caixa precisar ficar no porta malas, o cuidado precisa ser ainda maior. Por isso, o indicado é fazer deslocamentos apenas em horários mais frescos, para não correr o risco do cão sofrer os efeitos do calor excessivo.

Caprichando nos treinos e tomando alguns cuidados, usar a caixa de transporte como toca em casa e para levar cães e gatos a vários locais garante a segurança e bem-estar de todos!

Encontre por tipo de Mídia:


Como contar os anos de vida de cães e gatos

vejasp.abril.com.br

Sabemos que a expectativa de vida dos pets não acompanha a dos humanos. Será que é possível fazer uma previsão?

SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

CÃES

Os nossos amigos de quatro patas estão sempre se comunicando, por meio de linguagem corporal ou vocalização (latidos, uivos).

Campanha reforça a presença do veterinário no núcleo de apoio à saúde familiar

O CRMV criou a campanha “Saúde é uma só” com o intuito de incluir o médico veterinário em ações de prevenção à saúde voltadas às famílias.

Como e quando usar recompensas para treinar cães e gatos?

Entenda a importância do reforço positivo para a boa convivência do pet com a família!

O melhor tipo de tosa para o seu cachorro

Conheça mais sobre recorte e tintura canina e saiba que cuidados ter na hora da tosa.

SE VOCÊ É UM DONO: COM CRIANÇAS

O mais recomendado é buscar cães dóceis e de grande porte, que aguentem brincadeiras mais brutas, como o bull terrier, por exemplo, que é um cachorro forte, mas extremamente dócil com crianças.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.