PROBLEMAS COMUNS

CÃES QUE LATEM DEMAIS

por Alexandre Rossi
|
|
Compartilhe:

Antes de começarmos a abordar o latido em excesso, que é uma queixa comum entre os donos e, também, de vizinhos de famílias que tem um pet, é preciso compreender que o latido é uma forma de comunicação natural para os cães. O problema é quando ele se torna excessivo.

Se o seu cão late bastante, sem um motivo aparente, é preciso investigar o que está motivando esse comportamento. Vamos a algumas dicas! Bom, o primeiro passo é levar o pet ao veterinário, para descartar qualquer problema físico. Eliminada essa etapa, que é bastante importante, é preciso considerar algumas outras.

Muitos são os motivos que podem levar o cão a latir demais, por isso, observe o pet e se faça algumas perguntas: em que momento ele late mais? Será que esse comportamento acontece quando eu o deixo sozinho? Ele só fica assim quando chegam visitas? Tente compreender em que circunstâncias ele mais age dessa forma.

Descobertas as causas, é possível pensar em treinos que vão ajudar o animal a compreender que não é legal que ele tenha essa atitude. Com muito carinho e paciência, mostraremos o que esperamos dele e, se ele agir da forma correta, vai receber algo bem gostoso. Se não, não vão ter a nossa atenção.

Por exemplo, para os pets que latem quando são deixados sozinhos, uma dica é praticar treinos que aumentem a independência dele. O dono pode deixar brinquedos espalhados pela casa, incentivando que ele brinque sozinho. Existem hoje no mercado diversas opções, inclusive alguns interativos, que soltam comida quando são manipulados pelo bicho.

Para os animais ansiosos, recompense e elogie sempre que ele esperar e respeitar, sem latir. Se os latidos começarem, simplesmente ignore e vire para o lado. Com o tempo, o cão vai perceber que ele tem muito mais a ganhar agindo da forma correta.

Encontre por tipo de Mídia:


SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

CÃES

Os nossos amigos de quatro patas estão sempre se comunicando, por meio de linguagem corporal ou vocalização (latidos, uivos).

SE VOCÊ É UM DONO: COM CRIANÇAS

O mais recomendado é buscar cães dóceis e de grande porte, que aguentem brincadeiras mais brutas, como o bull terrier, por exemplo, que é um cachorro forte, mas extremamente dócil com crianças.

SE VOCÊ É UM DONO: MAL-HUMORADO

Os mais indicados são aqueles que gostam de carinho, mas depois voltam para o cantinho deles, tudo sem excessos.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.