BEM ESTAR

AMIZADE ENTRE CÃES E GATOS

por Alexandre Rossi
|
Compartilhe:

Quem nunca ouviu a expressão “feito cão e gato”? Geralmente, ela é usada para pessoas que vivem brigando. Mas, ao contrário do que muitos podem pensar, com alguns cuidados e supervisão, é possível tornar o cão e o gato grandes amigos! É um mito pensar que eles são inimigos mortais e que devem ficar separados para sempre.

O ideal é que esses animais sejam apresentados ainda filhotes. Nessa fase, a sociabilização é muito importante, pois tem grande influência na forma com que o bicho vai se comportar quando adulto. Tanto o cão, quanto o gato devem ser apresentados a outros animais, pessoas, cheiros, sons etc. É recomendado, no entanto, ter cuidado com a saúde deles, já que muitos ainda podem não ter tomado as doses das vacinas necessárias.

Quando adultos, o cão e o gato devem ser aproximados de forma gradual, para que haja sempre uma associação positiva com esse momento. É fundamental ter paciência e sempre respeitar os limites dos animais, para não gerar estresse para nenhum dos dois.

No início, você pode manter o gato em uma caixa de transporte e o cão contido em uma guia. Observe o comportamento deles e, se estiverem tranquilos, diminua a distância entre eles. Recompense e elogie ao perceber que ambos estão à vontade na presença do outro. Em caso de qualquer desconforto, aumente a distância e faça a reaproximação aos poucos.

Mas, atenção: só abra a caixa de transporte quando eles estiverem habituados à presença um do outro. Nessa fase, ainda é importante manter o cão na guia, por segurança. Só os deixe livres quando não houver nenhum sinal de estresse ou tentativa de ataque.

Você também pode pedir a ajuda de um profissional especializado. Com muito cuidado e paciência, você verá que é possível construir uma amizade entre um cão e um gato.

Encontre por tipo de Mídia:


Como contar os anos de vida de cães e gatos

vejasp.abril.com.br

Sabemos que a expectativa de vida dos pets não acompanha a dos humanos. Será que é possível fazer uma previsão?

SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

Pets que ajudam na educação das crianças

Deixar que as crianças realizem tarefas relacionadas ao bichinho de estimação pode ser uma ótima ideia para ensiná-los a ter responsabilidade.

Copa: cães que sofrem com barulhos altos

Dicas para minimizar ou acabar com o medo dos pets nos dias de jogos do Brasil durante a Copa.

Hotel, férias e pets!

Dicas de Alexandre Rossi sobre como ter uma viagem tranquila em família, com o pet.

CÃES

Os nossos amigos de quatro patas estão sempre se comunicando, por meio de linguagem corporal ou vocalização (latidos, uivos).

Campanha reforça a presença do veterinário no núcleo de apoio à saúde familiar

O CRMV criou a campanha “Saúde é uma só” com o intuito de incluir o médico veterinário em ações de prevenção à saúde voltadas às famílias.

Como e quando usar recompensas para treinar cães e gatos?

Entenda a importância do reforço positivo para a boa convivência do pet com a família!

O melhor tipo de tosa para o seu cachorro

Conheça mais sobre recorte e tintura canina e saiba que cuidados ter na hora da tosa.

SE VOCÊ É UM DONO: COM CRIANÇAS

O mais recomendado é buscar cães dóceis e de grande porte, que aguentem brincadeiras mais brutas, como o bull terrier, por exemplo, que é um cachorro forte, mas extremamente dócil com crianças.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.